textos críticos

Inversões no aquário - Fernando Lindote

É recorrente na produção recente de Karina Zen uma atitude de deslocamento de procedimentos e possibilidades técnicas da fotografia, invertendo o sentido usual da construção da imagem fotográfica. Karina concebe contra-dispositivos fotográficos que deslocam as imagens do campo estabelecido da fotografia convencional para um espaço de discussão de verdades e aparências.

Em Aquário, Karina registra numa única abertura de diafragma dois momentos diferentes no tempo. Tendo como recurso visual imediato a aproximação por zoom de um mesmo elemento referencial. O que podemos ver na superfície de sua imagem é a suspensão desses dois momentos e o espaço de tempo entre um e outro. Nessas imagens, as diferenças entre os elementos visuais é índice do tempo decorrido no ato de fotografar. Como em outros trabalhos de Karina, os procedimentos técnicos são redirecionados, e conduzidos para operar como instrumentos do conceito, no sentido de liberar a imagem das convenções do meio.